O NOVICIADO DA PESCA

Atento e sensibilizado com seus insistentes pedidos de iniciação na arte de pescar, sinto-me na obrigação de alertá-lo para os pequenos requisitos exigidos para alcançar o STATUS de PESCADOR:

FASE DE SELEÇÃO:
Antes de se tornar candidato a estagiário de aprendiz de Pescador Iniciante, deverá o noviço
apresentar:
a) o “Curriculum Pescandi” de seus ascendentes até terceira geração;
b) a recomendação de dez outros pescadores para investigação social;
c) o próprio “curriculum” , onde deverá constar os Botecos que freqüenta, “know how” e experiência sobre qualidades e marcas de carretilhas, molinetes, linhas, anzóis, pingas etc…

FASE TEÓRICA:
Aprovado na seleção prévia, poderá o noviço acompanhar os Pescadores nas importantes reuniões em botecos que, obrigatoriamente antecedem as pescarias; ali, deverá ficar atento a toda conversa fiada, evitando dar palpites, beber e , em momento algum, duvidar de qualquer fato narrado. E obrigação do noviço participar do rateio no final da farra.

FASE PRÁTICA:
Aprovado nas fases anteriores, com média 7 (sete), poderá ser convidado para uma pescaria, onde desenvolverá as tarefas básicas seguintes:
1) Fornecer a condução e fazer a carga para a viagem, conferindo minuciosamente o material;
2) Prontificar-se a desatolar o carro em qualquer circunstância;
3) Providenciar café, sanduíches etc, para o perfeito conforto da viagem;
4) Limpar a área do acampamento, fiscalizando-o para se sequer uma formiga ande por ali;
5) Pajear os minhocuçus, ministrando-lhes banho diário e demais requisitos de higiene e saúde;
6) Colocar e retirar o barco da água mantendo-o constantemente limpo e polido;
7) Não deixar que falte cerveja gelada e tira-gostos para os pescadores;
8) Fornecer água de mina em folha de Taioba para os que necessitarem cortar a ressaca;
9) Segurar a testa dos Pescadores para que estes possam vomitar, quando de ressaca;
10) Comprar todo o material necessário e desnecessário, colocando-o a disposição dos Mestres;
11) Arrumar a cozinha e obedecer as ordens do cozinheiro;
12) limpar todos os peixes, inclusive eventuais Cascudos, Serrudos ou Sarapós.

FASE DE APRENDIZADO:
Se aprovado, com média mínima de 9 (nove), na fase anterior, o estagiário será elevado à condição de aprendiz na próxima pescaria…
Nesta etapa, quase final, deverá ele cumprir as seguintes tarefinhas eliminatórias, somente passando a seguinte depois de aprovado na anterior:
1) colocar e tirar toda a tralha do barco;
2) apoitar e desapoitar o barco quantas milhares de vezes forem necessárias;
3) Iscar os anzóis e trocar as garatéias para os Mestres;
4) Desembaraçar carretilhas e obedecer cegamente a ordem de mergulhar para liberar o anzol dos enroscos;
5) Oferecer-se para subir o rio a remo ou varejão, para economizar gasolina;
6) Manter o barco abastecido de cerveja, pinga, etc. assegurando um perfeito serviço de bordo;
7) Tirar serrudo, mandí e piranha de todos os anzóis , bem como desembuchar surubins;
8) Desencalhar o barco a qualquer hora do dia ou da noite;
9) Pescar de barranco nos afluentes do rio, com vara de bambú, peixes de pequeno porte para servirem de iscas para os Mestres;
Art.1 – O eventual peixe de médio ou grande porte, que por infortúnio se embaraçar no seu anzol, deverá ser entregue incontinente ao pescador mais próximo, jamais se vangloriando do feito, cujos méritos serão creditados ao Mestre que o socorreu.

FASE DE ESTAGIÁRIO:
Aprovado na fase anterior, com média mínima de 8 (oito), passará o candidato a fase de estagiário, na próxima pescaria… quando lhe serão conferidas tarefas mais nobres, sem prejuízo das que se especializou anteriormente, tais como:
1) Cozinhar para os Mestres o trivial variado e um reforçado café da manhã;
2) Acordar os mesmos ao som de Zé Bétio ou Trio Parada Dura , mantendo durante o dia uma boa programação no rádio;
3) Armar e desarmar todas as barracas;
4) Aguardar que os Mestres cheguem de madrugada, com cara boa, e fornecer-lhes alimentação sadia e condigna;
5) Servir de bode expiatório, com toda esportiva, para gozações e aporrinhações;
6) Controlar o estoque de cerveja e pinga para que estas não acabem antes da hora e, caso isto aconteça, se virar para conseguir mais;
7) Fazer o serviço de relações públicas com os barranqueiros, objetivando conseguir peixe barato para a volta, caso não dê nada;
8) Manter a fogueira do acampamento acesa durante a noite para espantar os pernilongos.

FASE COMPORTAMENTAL:
Aprovado com média 10(dez) na etapa anterior, o aprendiz será considerado Pescador Iniciante na próxima pescaria… podendo tentar lançamento com molinete e carretilha até no máximo dez metros; chamar os demais Mestres Pescadores de “você”, mantendo, entretanto, o devido respeito; bicheirar os peixes pescados pelos Mestres; sentar, quando desocupado, no banco do meio do barco; fiscalizar as varas que estiverem no secretário; aplaudir o Mestre na escolha do poço; elogiar os feitos pretéritos e atuais do Mestre, com seriedade; tirar a Carteira de Pescador e fazer exame de Arrais Amador.

FASE FINAL:
Cumpridas todas as etapas, fases e tarefas anteriores, com distinção, poderá o Pescador Iniciante adquirir seu próprio barco, motor e reboque, parando de “cantar” os outros para iniciá-lo na edificante atividade.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

2 Comentários

  1. Muito bacana o texto! É de autoria de vocês?

    Caso seja, gostaria muito de republicá-lo em meu site, sob autoria do Guia da Pesca e com link para cá, logicamente.

    Se autorizarem, me mandem uma resposta no gnv.bhz@gmail.com

    Abração,

    Guilherme
    http://www.papodehomem.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.