Ministro participa de audiência pública para debater a situação do Complexo Lagunar

O Ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin ouviu, nesta sexta (23), em Laguna, as reivindicações das comunidades do entorno da Bacia Hidrográfica do Rio Tubarão e das que sobrevivem da pesca nas três Lagoas do Complexo Lagunar. Mais de 400 pessoas de seis municípios acompanharam a audiência no Clube Progresso, no centro da cidade.

Conhecida por ser um dos principais locais de reprodução do camarão, o Complexo sofre com o vazamento dos venenos usados nas plantações de arroz e com problemas como a existência de aterros em lugares que impedem a passagem e a renovação das águas.

O Ministro Gregolin elencou algumas ações emergenciais a serem feitas, como a intervenção junto a Secretaria dos Portos para abrir canais na ponte de Cabeçudas, que fica em Laguna. “Dessa forma, aumentaremos a passagem de água e sanilização da lagoa”, disse.

Gregolin também anunciou que buscará apoio dos órgãos responsáveis para pedir a dragagem de 10 km dos acessos ao Rio Tubarão e para a compra de uma draga permanente para o Complexo. A detonação da pedra que tranca a Boca da Barra em uma das Lagoas também foi uma das solicitações dos pescadores. “Além disso, vamos resgatar um estudo de ordenamento desta região que já existe, mas não foi implantado”, destacou o ministro.

Antes de encerrar o ato, Gregolin entregou uma retroescavadeira ao prefeito Célio Antonio, do município de Laguna. A audiência, chamada pela Assembléia Legislativa, foi organizada pelo Deputado Estadual Pe. Círio Vandresen. Participaram da audiência, o Deputado Federal Jorge Boeira e os deputados estaduais Décio Góis e Juarez Ponticelli.

Fonte = Ministério da Pesca e Aquicultura – MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.