Ministro entrega nesta terça(07) caminhões feira do peixe para 50 municípios de todo o Brasil

Com a venda dos peixes, haverá um aumento da renda dos pescadores e uma significativa melhora na qualidade de vida da população

Representantes de 50 municípios estarão em Brasília nesta terça-feira (07/12) para receber o caminhão feira do peixe, veículo projetado para armazenagem e comercialização de pescado. A solenidade de entrega dos caminhões acontecerá às 9h30min, no auditório 02 do Museu Nacional da República, Setor Cultural Sul, lote 02, ao lado da Catedral. A seleção foi feita mediante edital de chamada pública do Ministério da Pesca e Aquicultura e representa um investimento de R$237.000 em cada caminhão, quase R$ 12 milhões no total. Foram beneficiados, nesta primeira etapa do Programa Peixe nos Bairros, 21 estados e mais de 150 municípios.

Os veículos oferecem diversas vantagens. A partir do seu uso a logística de escoamento da produção será mais prática e rápida, além de ser uma boa ferramenta para organização dos pescadores no município ou região. A “feira móvel” possui uma carroceria frigorífica projetada para a armazenagem e comercialização de pescado, equipada com câmaras frigoríficas que podem ser usadas para armazenamento de pescado congelado e fresco e tem capacidade de transporte superior a 3,5 toneladas. Abastecido com pescado, ele circula pelos bairros, vilas e comunidades de determinados municípios levando o peixe diretamente aos consumidores. Um mesmo veículo pode atender a um grupo de pequenos municípios, como é o caso dos consórcios e associações municipais.

Segundo o Ministro Altemir Gregolin, o caminhão feira do peixe vai permitir que a população tenha acesso a um pescado de qualidade, com frequência e de forma prática “na porta de casa”. Além disso, o preço pode ser menor que o do mercado à medida que a oferta cresce. “Com a venda dos peixes, haverá um aumento da renda dos pescadores e uma significativa melhora na qualidade de vida da população, ao consumir um produto com alto valor proteico”, lembrou o ministro da pesca e aquicultura.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.