Ministro da Pesca prestigia despesca e anuncia mais de R$6 milhões para piscicultura de Roraima

O Ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, vai estar em Roraima nesta quinta-feira, 20/05. Na agenda do ministro está a ida a Mucajaí, no interior do estado, onde assina convênios liberando recursos da ordem de R$6 milhões para a construção de tanques escavados, insumos e assistência técnica. Em sua estada no Estado, Gregolin acompanha a despesca e venda de peixes, resultado de convênio com o Ministério da Pesca de 2009, quando foram repassados R$721 mil para o projeto.

A chegada do ministro na capital Boa Vista está prevista para o dia anterior, 19/05, no final da noite. Já às 8h30min da quinta-feira, 20/05, o ministro segue para Mucajaí, onde inicia seus compromissos às 9h, quando acompanha a despesca e venda de peixes do projeto “Peixe e Renda aos Agricultores Familiares”. O ato ocorre na propriedade do agricultor Roberto Souza, em Apiau, no interior do município. O projeto beneficia 350 famílias do estado de Roraima.

É uma satisfação muito grande poder estar presente e ver de perto um projeto que nós apoiamos e que agora dá resultado concreto para dezenas de pessoas”, destaca Gregolin. “Até porque peixe significa renda, alimento saudável e vida melhor para os nossos produtores”.

No mesmo local, o ministro libera R$492.500 para a construção de tanques escavados, assistência técnica e compra de insumos. Os recursos foram viabilizados através de emenda do deputado Édio Lopes, com parceria do Ministério da Pesca. No mesmo local, Gregolin libera R$1 milhão de reais para o município de Bonfim, recursos destinados a um projeto de piscicultura que vai abranger assistência técnica, compra de insumos e construção de tanques escavados, beneficiando 100 famílias.

Também em Mucajaí, o ministro assina termo de cooperação com a prefeitura para que o ministério coordene o projeto de piscicultura da região, que originou recursos de R$4 milhões, numa parceria entre o município, o Ministério da Pesca e Petrobrás.
Estamos investindo na piscicultura em todo o Brasil, porque é através do cultivo do pescado que vamos atender a demanda do mercado que está aumentando muito em todo o país”, ressalta Gregolin.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.