Ministro da Pesca e sushi são novidades em Irajá


As donas de casa foram apresentadas nesta quarta-feira(26), num grande supermercado do subúrbio de Irajá, no Rio de Janeiro, a dois ilustres desconhecidos, para elas: o ministro Altemir Gregolin, titular da Secretaria Especial da Aqüicultura e Pesca do governo Lula, e a comida japonesa, mais precisamente o sushi.

A visita de Gregolin, que não precisou de seguranças para circular, foi uma surpresa para os consumidores. Só houve alvoroço quando foi oferecido um sushi em homenagem à Semana Nacional da Pesca, que criou um programa com descontos para incentivar as vendas de pescado.


Na degustação de sushi, muita gente teve dificuldade em manejar os palitinhos e comia com as próprias mãos. Comida de graça atraiu os consumidores. “Todo mundo está perguntando que ministro é. Nem prestei atenção, mas acho válida a visita. Estava uma loucura para comprar peixe”, disse a comerciante Miriam Lima, 39.

A aposentada Agda Oliveira, 64, que acabara de conhecer o ministro, já opinou sobre qual a atuação de Gregolin. “Ele deveria visitar todos os mercados. Tem que cuidar também da pesca predatória”, disse.

Para Gregolin, o contato com o público é “muito positivo”. “A semana do peixe propiciou uma relação mais próxima com os consumidores. Esse retorno é importante pra gente, porque nos dá convicção de que estamos no caminho certo”, disse o catarinense Altemir Gregorin, de 43 anos.

Segundo a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, o Rio de Janeiro é o quarto estado no ranking de produtores de pescado. O ministro Gregorin atribui o baixo consumo de peixe dos brasileiros a dois fatores: desconhecimento de conservação do peixe e preços altos. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informa que o brasileiro consome em média 7kg de pescado por ano.

Do G1

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.