Mineradora investe na pesca como potencial turístico do Oeste do Pará

OriximináOs apaixonados por pesca poderão mostrar suas habilidades a partir das 07h40 deste sábado, dia 24, no 9º Torneio de Pesca Esportiva (Tope), realizado em Oriximiná. Na edição deste ano, o torneio retorna para o local de origem, o lago Caipuru. “O acesso é mais fácil, a população consegue participar mais. Estimamos cerca de 120 competidores”, ressalta a diretora de Turismo de Oriximiná, Fátima Guerreiro.

Como nos outros anos, a pesca será exclusivamente de tucunaré e a regra é clara: após ser pescado, o peixe deve ser devolvido vivo ao rio. “Esse ano abrimos uma exceção, além da modalidade de pesca de arremesso, vamos aceitar a pesca de currico, apesar de recriminarmos essa prática recriminada. Nossa intenção para os próximos anos é adotar exclusivamente a pesca de arremesso”, explica a diretora.

A grande enchente desse ano deve trazer bons resultados para o 9º Tope. “Vamos ter muitos peixes, o nível da água está bem propicio para prática do arremesso”, avalia Fátima. O encerramento do Tope ocorre no domingo, dia 25, ao meio dia. Cada participante que tiver pegado pelo menos um peixe durante o torneio concorrerá ao sorteio de diversos prêmios, como kits de pesca e aparelhos de celular. Também serão sorteados prêmios em dinheiro – um de R$ 2,5 mil, dois de R$ 1,5 mil, dois de R$ 1 mil e um de R$ 500,00.

O evento conta com grande participação de comunitários e moradores de Oriximiná e região. “A participação dos comunitários é muito importante, porque eles passam a se sentir diretamente responsáveis pela conservação dos lagos da região. A prática do pesque e solte faz com que os lagos fiquem muito mais piscosos”, destaca a diretora.

O Tope tem apoio da Mineração Rio do Norte pelo nono ano consecutivo. Para o gerente de Relações Comunitárias da MRN, José Haroldo Paula, o incentivo a eventos dessa natureza colabora com o desenvolvimento regional. “A pesca é uma vocação tradicional do povo do oeste paraense, especialmente do município de Oriximiná e das comunidades locais. Através do estímulo a esse potencial turístico e, consequentemente, à preservação das tradições culturais da região, validamos a política de responsabilidade social da MRN cada vez mais”, enfatiza.

(Fonte: MRN)

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.