Maranhão – Centro Multidisciplinar será construído na Uema

O governador Jackson Lago assinou na última segunda-feira, 29, pela manhã, dois importantes convênios com o governo federal, por meio da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca: o primeiro para a construção do Centro Multidisciplinar de Pesquisa e Extensão em Aqüicultura (Cempea) na Universidade Estadual do Maranhão (Uema), e o segundo para a construção de um Complexo Pesqueiro no Aterro do Bacanga.

Na solenidade, que aconteceu no Palácio dos Leões, participaram o reitor da Uema, José Augusto Oliveira, o ministro da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolin (que assinaram os convênios), o diretor do curso de Engenharia de Pesca da Uema, Haroldo Barroso, deputados federais, prefeitos, secretários de estado, e chefes de cooperativas. Os acordos prevêem uma verba de mais de R$ 16 milhões de reais.

O investimento em infra-estrutura na Universidade beneficiará a pesca e a aqüicultura (cultivo de pescados) em todo o estado. Serão construídos tanques para criação de ostras, camarão e rãs; laboratórios de pesquisa em reprodução, em cruzamento genético, estudos para novas espécies a serem cultivadas e de novos ingredientes para fabricação de ração.

Além disso, haverá uma política de assistência aos criadores, a fim de oferecer cursos técnicos aos pescadores e familiares; alunos da graduação e do ensino médio terão acesso ao novo centro, e estima-se, ainda, que cursos de pós-graduação possam ser implantados.

Tal capacitação de produtores é importante para que o nível social das comunidades de pescadores tenha um crescimento notável, já que no Maranhão a maioria deles trabalha com pesca artesanal, sem segurança adequada e sem higiene sanitária, além disso, são analfabetos.

De acordo com o reitor José Augusto Oliveira, o novo acordo traz benefícios importantes para o estado e, em particular, para a Universidade. “Esse convênio vem contribuir significativamente para os avanços da instituição em vários aspectos, ao mesmo tempo em que nosso curso de Engenharia de Pesca está nascendo. A Universidade se sente feliz por ter a oportunidade de receber o apoio financeiro e técnico para o projeto”.

As licitações referentes às obras devem começar no primeiro semestre de 2009. “Acreditamos que até o fim do ano, o Centro já esteja com a primeira parte pronta”, afirmou o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Ribamar Gusmão. No decorrer do ano os alunos já devem começar utilizar alguns espaços.

Fonte = Jornal Pequeno

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.