Licenciada primeira vacina para uso comercial em peixes no Brasil

A vacina deve chegar em breve ao mercado

A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) autorizou o registro da primeira vacina para uso comercial em peixes no Brasil. A autorização é resultado da parceria entre Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e o MAPA. O suporte técnico para análise dos processos específicos para a aquicultura por parte do MPA permitiu que o Ministério da Agricultura pudesse atuar com mais celeridade na análise de produtos veterinários específicos para a área.

A vacina será usada na Tilápia do Nilo, uma das espécies mais cultivadas no Brasil. A função dessa vacina é proteger os peixes contra a infecção por uma bactéria chamada Streptococcus agalactiae. Essa bactéria causa quadros clínicos severos de septicemia e encefalite, infecções do sistema nervoso central, em tilápias na fase de engorda, principalmente durante os meses mais quentes no ano. A doença é observada com frequência nos cultivos em tanques-rede e a mortalidade pode ser elevada causando prejuízos econômicos consideráveis aos produtores.

Trabalhos científicos realizados por universidades brasileiras mostram que essa doença ocorre em diversos Estados do país, como Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, dentre outros.

De acordo com o Diretor do Departamento de Monitoramento e Controle da Pesca e Aquicultura do MPA, Henrique Figueiredo, a vacina representa um claro avanço na sanidade aquícola. “Essa nova vacina representa uma das alternativas para os produtores no combate e controle dessa importante enfermidade da tilapicultura”, afirma Figueiredo. O Diretor esclarece ainda que em diversos países onde a aquicultura é desenvolvida o uso de vacinas é uma prática rotineira no controle de diversas enfermidades.

A vacina que acaba de ser autorizada deve ser lançada em breve no mercado brasileiro.

 

MPA – Ministério da Pesca e Aquicultura

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.