Lagoas de Fortaleza recebem filhotes de peixes

A Coordenação de Pesca e Aquicultura (CPA), do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), elaborou uma programação para peixamento de lagoas de Fortaleza e Região Metropolitana, com início na próxima terça-feira, 8, até o dia 11, sexta-feira.

As lagoas receberão alevinos (filhotes de peixes) de tilápia e de carpa, sendo que cada lagoa vai receber 10 mil alevinos, num total de 120.000 exemplares. A medida visa a revitalização da pesca e da aqüicultura nesses sistemas, bem como proporcionar uma alimentação rica em proteínas e fonte de renda às populações circunvizinhas a esses mananciais d’água.

De acordo com o coordenador da CPA, João Fontenelle, para que os objetivos do peixamento sejam alcançados devem ser evitadas por um espaço de 120 dias após o peixamento, a prática da pesca esportiva e da pesca de um modo geral, principalmente a que utiliza redes de malhas finas, para dar tempo ao alevino atingir tamanho e peso adequados para pesca e consumo.

Durante os quatro dias, serão peixadas as lagoas de Eusébio, Tapuio, Messejana, Mondubim, Maraponga, Porangabussu, Opaia, Gengibre, Tambaú, Capuan, Banana e Cauípe.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.