Inaugurada primeira unidade de recuperação de água do Paraná

O governador Roberto Requião e o presidente da Sanepar, Stênio Jacob, inauguram nesta segunda-feira (29), a partir das 15 horas, a primeira Unidade de Recuperação de Água (URA) do Paraná.

Instalada na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Atuba Sul, Região Leste de Curitiba, a URA é a primeira unidade da Sanepar de pesquisa-piloto em grande escala, onde serão avaliadas diferentes etapas do tratamento do esgoto, possibilitando gerar energia, fertilizante agrícola e água de ótima qualidade, para reúso.

Na Unidade todas as três fases dos recursos hídricos serão contempladas pelas pesquisas: líquida, sólida e gasosa. Todo esse processo visa reduzir, inicialmente, os níveis de microoganismos, nitrogênio, micropoluentes, alguns metais pesados, turbidez, cor, odores, entre outros, presente no produto final da ETE.

A pesquisa da água para reúso avaliará a demanda existente para os recursos hídricos gerados na Unidade. O destino final, que se pretender para a água, é que definirá o tipo de tratamento ou, tecnologia que será agregada ao processo que a Companhia está utilizando. Para a gama de pesquisas que serão desenvolvidas, a Sanepar pretende estabelecer uma relação de parcerias e convênios com universidades e seus pesquisadores, visando a realização de estudos que serão necessários para a obtenção e controle do produto final.

A demanda poderá requerer o reúso indireto potável – quando essa água será devolvida ao manancial com qualidade comprovada. Outras possibilidades são para fins industrial, para ferti-irrigação e não-potável. Um exemplo de reúso não-potável é utilizar essa água na lavagem de pisos, ruas, para rega de jardins de praças e até no combate a incêndios.

O recurso hídrico gerado na Unidade de Recuperação de Água já tem uma utilização assegurada no próprio processo da estação de tratamento. A água de reúso gerada na URA será interligada à água saturada no processo de flotação (quando microbolhas suspendem as partículas da água). Essa água produzida pela Unidade também será usada na limpeza da estação, e nos equipamentos, como as prensas do sistema de lodo da ETE e, ainda, incorporada aos processos de abastecimento dos caminhões da empresa, que realizam serviços de manutenção nas redes coletora.

Na segunda fase dos recursos hídricos – a sólida, que é o lodo do esgoto gerado pelo processo de tratamento -, o foco da pesquisa é a sua utilização como fertilizante na agricultura, o que já ocorre na Atuba Sul. Na fase gasosa (gás liberado no tratamento do esgoto), a URA irá produzir energia. Essa energia será utilizada na própria estação, reduzindo a emissão de gás metano e, portanto, reduzindo a emissão de carbono e do efeito estufa no meio ambiente.

SERVIÇO

Inauguração da primeira Unidade de Recuperação de Água do Paraná

Dia: 29 de março (segunda-feira)

Horário: 15 horas

Local: Estação de Tratamento de Esgoto Atuba Sul

Rua Miguel Pedro Abib, 179 – Cajuru/Jardim Acrópole – Curitiba

Agência de Notícias Estado do Paraná

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. Pingback: É Possível Viver sem Agrotóxico (mesmo comprado alimentos com os mesmo), beber Agua de Sua casa Sem cloro e purificar o ar das poluições!!! | aprendizdemensageiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.