Ibama faz doação de lagosta apreendida no Ceará

A lagosta continua com a pesca proibida até 31/3 desse ano.

 

LagostaNa manhã do dia 14, o Ibama doou cerca de 240kg de lagosta, apreendidos principalmente no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em  Fortaleza/CE. O produto, apesar de atender a legislação quanto ao tamanho mínimo, não teve a origem comprovada, exigência que deveria ter sido cumprida antes do início do período do defeso, através da declaração de estoque.

 

Instituições cearenses devidamente cadastradas no Ibama foram contempladas com a doação: o Centro de Recuperação Leão de Judá, o Centro de Convivência Mão Amiga, a Associação Pestalozzi, o Instituto de Assistência e Proteção Social e a Associação dos Moradores do Parque Ribeirinho. No total estas entidades não governamentais atendem por volta de 1.500 pessoas, entre crianças e adolescentes, portadores de necessidades especiais.

 

“É importante a colaboração da população para a preservação da lagosta e atenção ao período e regras do período de defeso”, conclui o superintendente do Ibama no Ceará, José Wilson Uchoa do Carmo. A proibição da pesca da lagosta e de outros produtos pesqueiros é estabelecido por um período específico em função da necessidade de se evitar avanços na redução do estoque. A lagosta continua com a pesca proibida até 31/3 desse ano.

 

 

 

Eason Nascimento
Ascom – Ibama/CE

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.