Ibama destrói 150 redes de arrasto apreendidas em Rio Grande/RS

Rede de arrastoBrasília (10/09/2009) – O Ibama em Rio Grande, RS, destruiu hoje pela manhã, 150 de redes de arrasto apreendidas em operações contra a pesca ilegal realizadas na região da Lagoa dos Patos em 2009. A pesca de arrasto é uma prática predatória, proibida na Lagoa dos Patos. Sua utilização por pescadores para a captura do camarão rosa, combatida pelos fiscais do Ibama na região, reduz os estoques pesqueiros e provoca danos nos ecossistemas da região.

Cada rede de arrasto possui duas portas feitas de madeira e ferro. Após a destruição dos petrechos ilegais, o ferro remanescente das 300 portas das redes de arrasto foi doado para a instituição beneficente “Doe Amor”, que atende crianças em situação de risco e vulnerabilidade social em Rio Grande. O dinheiro obtido com a venda do material reciclável será revertido para o atendimento das crianças.

Christian Dietrich
Ascom Ibama

Veja também

Projeto Prorobalo Unesp de Registro capacita guias de pesca

É promovida a prática da pesca amadora responsável Projeto da Unesp de Registro vem promovendo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.