Ibama deflagra ação simultânea de fiscalização da pesca da lagosta no ES


Nesta segunda-feira (24), o Ibama deflagrou a Operação Lagosta Legal, uma ação sincronizada de fiscalização da pesca da lagosta no litoral do Espírito Santo. A operação, realizada em conjunto com a Marinha do Brasil, conta também com a participação das Polícias Federal, Polícia Rodoviária Federal, Civil e Militar. A ação acontece simultaneamente ao longo do litoral do Amapá ao mar capixaba.

De acordo com o Ibama, a idéia é realizar uma ação de caráter preventivo ao impedir a captura e o desembarque ilegal de lagostas das espécies verde e vermelha. Também são alvos da fiscalização outras fases da cadeia produtiva como a comercialização e a exportação do crustáceo.


Ao todo, 200 agentes de fiscalização distribuídos em 50 equipes fazem uma varredura em na costa dos nove estados do Nordeste, Amapá, Pará e Espírito Santo. No mar, a bordo de embarcações da Marinha do Brasil, os fiscais do Ibama averiguam a permissão e os equipamentos de pesca. Os agentes da Marinha verificam a documentação dos barcos e instrumentos de salvamento obrigatórios.

Só podem exercer a atividade de pesca os barcos devidamente permissionados pela Secretaria Especial de Pesca e Aqüicultura (Seap/PR). O uso de manzuá ou covo, um tipo de armadilha de pesca, é o único petrecho permitido para captura das lagostas. Já as redes caçoeira, considerada por especialistas em meio ambiente como altamente predatória, e os compressores são apreendidos pelos fiscais do Ibama.

Os agentes verificam também se o tamanho mínimo estabelecido para as espécies está sendo respeitado pelos pescadores e comerciantes.

Fonte = Redação Gazeta Rádios e Internet

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.