Ibama conclui as Operações Rios Federais I e Cichla em Goiás

Estas ações serão ampliadas e intensificadas tanto em Serra da Mesa quanto no Rio Araguaia

O Ibama-GO desencadeou entre os dias 10 e 19 de fevereiro duas operações de fiscalização estabelecidas no Planejamento de Proteção Ambiental – PNAPA 2011-Dipro/DGPA na região do Rio Araguaia (Operação Rios Federais I) e do Lago de Serra da Mesa (Operação Cichla) , com a finalidade de verificar, inspecionar, fiscalizar e coibir as atividades irregulares, resultando em multas aplicadas e apreensão de diversos equipamentos.

Na região do Rio Araguaia na “Operação de Fiscalização Rios Federais I” os agentes de fiscalização deste Instituto, com o apoio de agentes da Polícia Civil, realizaram vistorias entre Aruanã e Luiz Alves (São Miguel do Araguaia).

No mesmo período agentes do Ibama-GO e da Polícia Federal-PF realizaram a “Operação Cichla” (nome científico do Tucunaré), na região do Lago de Serra da Mesa, com o objetivo de disciplinar a pesca esportiva e coibir a pesca predatória naquele lago, principalmente no período de defeso/piracema, aplicando multas e apreendendo equipamentos diversos.

Em barreiras montadas em rodovias foram vistoriados veículos, sendo que houve a apreensão de peixes e redes de pesca. Nos bares e restaurantes flutuantes da orla do lago em Uruaçu os agentes também apreenderam peixes de origem ilícita.

Além de aproximadamente meia tonelada de peixes, foram apreendidos ainda materiais predatórios diversos (pindas; espinhéis; gaiolas e espingardas). Dois barcos; quatro motores de popa; um reboque e um freezer também foram apreendidos e de acordo com a legislação ambiental vigente dificilmente serão devolvidos aos infratores.

Além da cooperação das Polícias Federal e Civil, o Ibama-GO contou com a parceria da Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva – Anepe na operação ocorrida no Lago de Serra da Mesa.

Segundo o Superintendente do Ibama-GO, Ary Soares, além de agradecer o apoio da Polícia Federal, da Polícia Civil e da Anepe, informa que os peixes apreendidos foram doados para instituições de caridade. Redes, espinhéis e outros materiais predatórios serão destruídos. Barcos e motores de popa poderão ser utilizados no fortalecimento do combate a crimes ambientais em parceria com o estado e municípios.

O presidente da Anepe, Hélcio Honda, informa que a parceria Ibama-GO e Anepe, embora já com bons resultados, foi experimental e que doravante também serão desenvolvidas ações, que visem a geração de conhecimento e articulação institucional, conforme previsto no Termo de Cooperação Técnica firmado com o Ibama/GO. E que estas ações serão ampliadas e intensificadas tanto em Serra da Mesa quanto no Rio Araguaia.

Ascom/Ibama/GO
Foto: Augusto Motta

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.