Fiscalização quer punir pesca de rede em lagoas de Içara

A implantação de placas e punição às pessoas que usam rede de pesca devem minimizar o número de casos ilegais e preservar espécies de peixes.

Peixes como o cará e o robalo estão desaparecendo das águas de lagoas como Mãe Luzia e dos Esteves devido à prática ilegal de pesca com rede, em Içara. A preocupação com preservação da espécie é tão preocupante que o vereador Osmar Manoel dos Santos, solicitou por indicação na Câmara, que fossem colocadas placas sobre a proibição do uso da rede próximo aos locais.

Segundo o vereador, as pescas acontecem nos fins de semana e as pessoas que fazem a retirada dos peixes não vivem do pescado. “ As pessoas podem ligar para denunciar. O problema é que a pesca acontece à noite. Falta a fiscalização para não deixar esse pessoal pescar”, destaca Santos.

Além disso, os moradores têm se queixado do aumento do número de mosquitos nas residências. Os animais aquáticos comem as larvas, mas com a pesca, os insetos têm-se multiplicado. A lei nº. 1396/98 proíbe a prática em lagoas e os praticantes serão punidos com multa pela Fundação Municipal de Meio Ambiente de Içara (Fundai).

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.