FAO lança 1º manual sobre redução de “pesca por engano”

A pesca por engano inclui espécies em extinção, filhotes de peixes, tartarugas e golfinhos.

Cerca de 20 milhões de toneladas de peixes, e outros animais marinhos, são pescados todos os anos por engano, mas grande parte é devolvida ao mar quando o peixe já está morto.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, lançou, na sexta-feira passada, dia 14, o primeiro manual sobre redução de “pesca por engano.”

O documento com diretrizes globais sobre gerenciamento e redução irá agora para a Comissão de Pescas para ser endossado. O manual foi produzido por representantes de 35 países.

Sustento

De acordo com a FAO, 20 milhões de toneladas de peixes, e outros animais marinhos, são pegos todos os anos, por engano.

Muitas vezes, ao serem jogados de volta no mar, os peixes foram feridos ou mortos na operação. A ação está a ameaçar a sustentabilidade além de afetar o ganha-pão de milhões de pescadores e trabalhadores da pesca.

A pesca por engano inclui espécies em extinção, filhotes de peixes, tartarugas e golfinhos.

FAO informou que o manual foi pedido pelos países para evitar o desperdício econômico e para a natureza.

Fonte: Rádio ONU

Veja também

Amazonas – 3,5 mil filhotes de quelônios são soltos na natureza

O projeto Pé-de-Pincha, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realiza o manejo comunitário de quelônios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.