Experimento usa anchoita no lugar de sardinha para pesca de atum

A anchoita se mostrou resistente à bordo da embarcação até o local da captura

O uso da anchoita como isca viva no lugar da sardinha para pesca do atum, pela frota de vara (pesca do atum com varas e anzóis), fez parte de um experimento no âmbito do Projeto Anchoita que vem sendo desenvolvido pelo Ministério da Pesca e Aquicultura. O resultado foi bastante positivo com boa aceitação da nova isca pelos atuns.

A anchoita também se mostrou resistente à bordo da embarcação até o local da captura. A expectativa dos técnicos do MPA é que a anchoita, como isca viva, poderá se tornar uma alternativa ao uso de juvenis de sardinha verdadeira na pesca de atuns. A substituição das iscas vai evitar uma série de problemas encontrados hoje com o suo da sardinha que é pescada em áreas limítrofes a unidades de conservação, além de conflitos com atividades turísticas e a pesca artesanal, além da concorrência com a frota de pesca da sardinha adulta.

O MPA pretende dar continuidade aos experimentos com a anchoita como isca para pesca durante o verão, quando ocorre o pico da safra de atum listrado e bonito. Esses experimentos serão fundamentais para se saber com certeza se o uso da anchoita pode mesmo substituir o da sardinha jovem e com isso evitar todos os problemas da captura dessa isca viva.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.