Europa tenta evitar que tubarões amputados sejam jogados no mar

A partir deste momento, todos os navios deverão desembarcar com os corpos dos tubarões inteiros e evitar o desmembramento do animal

A Comissão Europeia (CE) anunciou nesta segunda-feira um consenso para eliminar todas as exceções contempladas na legislação comunitária que proíbe jogar tubarões vivos no mar depois da retirada de suas barbatanas, prática conhecida como “finning”, no termo em inglês.

 

O ato estava proibido desde 2003 na União Europeia (UE), mas a legislação o autorizava sob “certas exceções” ou permissões especiais, que beneficiavam Espanha e Portugal.

 

“Estou feliz que o Conselho Europeu esteja de acordo com nosso ponto de vista e espero que o Parlamento Europeu faça o mesmo, de forma que a nova legislação se torne realidade”, ressaltou Maria Damanaki, comissária europeia de pesca, ao final de uma reunião dos ministros do setor da UE.

 

Se a Eurocâmara der o aval, as normas voltarão à UE, onde tudo indica que serão aprovadas. A partir deste momento, todos os navios deverão desembarcar com os corpos dos tubarões inteiros e evitar o desmembramento do animal, o que o deixa muito vulnerável à exploração excessiva da pesca marítima frente à diferença de preço entre as barbatanas (utilizadas em sopas) e o restante do corpo.

 

Segundo organizações ambientalistas, a Espanha é líder mundial em exportação de barbatanas de tubarão e o maior fornecedor dos mercados de Hong Kong, onde a sopa feita com a iguaria é um dos principais pratos dos restaurantes. A extinção destes animais teria grande impacto no meio ambiente.

 

AFP

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.