Estudo revela peixes da mata Atlântica

Uma lacuna das grandes sobre a variada e pouco conhecida fauna de peixes da mata atlântica começou a ser preenchida nesta segunda-feira (11), com o lançamento de um livro com uma lista de mais de 300 espécies aquáticas do ecossistema – mais de 250 das quais só existem ali e em nenhum outro lugar do mundo.

O livro “Peixes de Água Doce da Mata Atlântica” é pioneiro ao fazer um mapeamento completo dessa diversidade. Além de inúmeras fotos dos animais em questão, ele traz dados sobre sua distribuição geográfica, papel ecológico e ameaças sofridas – da lista de 309 espécies, calcula-se que 49 estejam oficialmente ameaçadas de extinção.

O livro, produzido pelo Museu de Zoologia da USP, foi elaborado por Naércio Aquino Menezes, Stanley Weitzman, Osvaldo Oyakawa, Flávio Lima, Ricardo Castro e Marilyn Weitzman. O apoio financeiro para produzi-lo veio da ONG de pesquisa Conservação Internacional, da Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

O trabalho também traz avaliações sobre como melhorar a saúde da fauna de peixes da mata atlântica, que é um dos ecossistemas mais ricos e ameaçados do Brasil. Segundo Menezes, o acervo de imagens sobre as espécies aquáticas é o maior já obtido para a mata atlântica.

Fonte = (Globo Online)

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. que peixão!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.