Descoberto “ponto de encontro” de baleias no Timor Leste

Baleia Azul
Baleia Azul

CAMBERRA, Austrália (Reuters) – Uma das maiores concentrações de golfinhos e baleias – incluindo muitas espécies protegidas – foi descoberta perto da costa do Timor Leste, disseram pesquisadores locais e australianos na quarta-feira.

Um “ponto de encontro” de cetáceos marinhos migrando pelos canais profundos da costa do Timor -incluindo baleias azuis, baleias-bicudas, baleias-piloto-de-aleta-curta, golfinhos-cabeça-de-melão e seis outras espécies de golfinhos- foi descoberto em um estudo do governo do Timor Leste.

Estamos impressionados com a abundância, diversidade e densidade dos cetáceos. A maioria é protegida“, disse a cientista que comanda o projeto, Karen Edyvane, em entrevista à Reuters.

É um dos principais pontos de encontro de cetáceos do mundo“, disse ela.

O estudo foi conduzido por pesquisadores do Timor Leste e especialistas do Instituto Australiano de Ciência Marinha, trabalhando em uma embarcação de madeira tradicional da Indonésia, de 20 metros de comprimento.

A pesquisa destacou a ameaça representada pela pesca desregulamentada na região. O Timor Leste, um país pobre, está tentando desenvolver o seu setor de pesca, ao mesmo tempo em que busca oportunidades para seu setor de turismo, como o turismo baleeiro.

Em apenas um dia, mais de 1.000 cetáceos e talvez até 2 mil baleias em oito grupos -cada um com até 400 mamíferos- foram avistados em uma área de 50 quilômetros de oceano, disse Edyvane.

Por Rob Taylor
Fonte = swissinfo.ch

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.