Curimbatá

null

Habitat : Bacia Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata e São Francisco. Foram introduzidos nos açudes do Nordeste. Existem também nas represas do Sul.


 

Nome:
Curimbatá
Nome
Cientifico:
Prochilodus spp
Tipo
da água:
Doce
Tipo
do peixe:
Não Predador
Habitat:
Bacia Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata e São Francisco. Foram introduzidos nos açudes do Nordeste. Existem também nas represas do Sul.
Técnica
de pesca:
Varas de 2 a 4 metros de comprimento. A linha, geralmente uns 50cm maior que a vara, varia entre 0,30mm e 0,40mm. Os anzóis são pequenos e finos para facilitar a fisgada, de nº 8 a 2.
Dica:
Peixe de escamas. Espécie detritívora, alimentando-se de matéria orgânica e microorganismos associados à lama do fundo dos lagos e margens de rios.
Como são peixes destritívoros, não atacam iscas artificiais.
São capturados em grandes cardumes, sendo uma espécie importante comercialmente, principalmente para populações de baixa renda.
Época:
Todo Ano.
Tamanho:
38
Isca
natural:
Massa de farinha de trigo iscada no anzol até a metade do colo. Deve ser consistente, nem muito dura nem mole demais.
Isca
artificial:
 
Onde
encontrar:
Fundo dos lagos e margens de rios.
Maré:
 

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.