Cooperativa produz mais de 300 toneladas de peixe no Piauí

A comitiva foi recepcionada no açude de Bocaina pelos membros da Cooperativa dos Aquicultores do Picos – Coapi

Um projeto de piscicultura implantado há cinco anos no açude de Bocaina pela Codevasf e incluído no programa de Arranjos Produtivos Locais, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, está produzindo mais de 300 toneladas de pescados por ano. Que são comercializados nos município da região de Picos, Estados vizinhos e até em Teresina.

No sábado(12), o projeto recebeu a visita do secretário de Desenvolvimento Econômico, deputado Warton Santos, técnicos da Codevasf, da Secretaria; e das técnicas cearenses Mônica Amorim, consultora do Banco Mundial; e Teresa Mota, coordenadora do curso de gestão dos “Arranjos Produtivos Locais”, que ajudaram a montar o projeto de piscicultura. Também faziam parte da comitiva João Crescêncio, engenheiro de Pesca, bolsista da CNPQ, que cuida da APL da carnaúba, Ana Meire, do Sebrae, Janleide Costa, da Codevasf e Leandro Amorim, também engenheiro de pesca da Codesf.

A comitiva foi recepcionada no açude de Bocaina pelos membros da Cooperativa dos Aquicultores do Picos – Coapi, que é presidida por João Francisco da Luz. Primeiro a usar da palavra, João Francisco disse que era “uma satisfação pra nós receber pessoas que vão ajudar a gente a desenvolver mais ainda o nosso projeto, como o secretário e deputado Warton, que é aqui da nossa região, e as doutoras Janleide, da Codevasf e as professoras Teresa Mota e Mônica Amorim, que vêm nos orientando desde o início.

Segundo o presidente da Cooperativa de Aquicultores de Picos, o projeto do açude começou há cinco anos com a doação de 70 gaiolas pela Codevasf. Hoje já são 520. Cada gaiola – chamadas também de tanque-rede – produz 600 quilos por ano, em dois ciclos semestrais. Isto dá mais de 300 toneladas de pescados por ano. A cooperativa começou com 35 e hoje tem 40 componentes. O crescimento do negócio possibilitou o surgimento de empresa especializada na produção de alevinos, a “Verde Vale” – que produz também mudas de plantas e já a maior do Piauí.

Governo do Estado do Piauí

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.