China: recuperado esturjão considerado fóssil vivo


Um esturjão chinês de 291 kg e 3,37 m de comprimento, que pertence a uma das espécies vertebradas mais antigas do mundo e é considerado um fóssil vivente, foi resgatado ferido por um pescador, informou hoje a agência oficial Xinhua.

O exemplar está se recuperando aos cuidados de especialistas locais. Este tipo de esturjão, que conviveu com os dinossauros, é um dos animais vertebrados mais antigos do planeta, e sua existência data de mais de 200 milhões de anos.


O peixe está sendo tratado em um centro da Administração Chinesa para a Conservação do Esturjão no Estuário do (rio) Yang Tsé, em Xangai, onde está há 12 dias sendo alimentado e protegido em águas que não ultrapassam os 24ºC.

A contaminação, o trânsito fluvial do delta do Yagtsé e as redes eletrificadas dos pescadores são os principais riscos para os esturjões chineses, cuja população diminuiu drasticamente nas últimas décadas, passando dos dois mil exemplares, em 1980, para 500 hoje em dia.

Desde novembro do ano passado, 11 esturjões chineses adultos foram achados mortos no lance final do Yang Tsé, e dos 2.156 exemplares criados em cativeiro e jogados na água, para tentar salvar esta espécie em risco de extinção, apenas cinco foram detectados vivos até o momento.

Fonte = Portal Terra.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. gostaria de saber mais sobre o bagre africano, rios que se encontra no brazil.
    e as dicas para uma boa pescaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.