Cebiáqua é inaugurado no Ceará com presença do Ministro da Pesca

Uma obra de extrema importância para a pesquisa, difusão de tecnologia e aprimoramento da produção de pescado vai ser inaugurada nesta quinta-feira, 06/05, no Ceará. Com a presença do ministro da Pesca, Altemir Gregolin, será entregue à comunidade o Centro de Biotecnologias Aquáticas (Cebiáqua), em Fortaleza, Ceará.

Na agenda do ministro no Estado, também estão previstos encontro com pescadores, entrega de caminhão frigorífico e visita à estação de piscicultura em Pentencostes.

Pela manhã, às 9h, o ministro, juntamente com o diretor-geral do Dnocs, Elias Fernandes Neto, realizam visita técnica ao Centro de Pesquisas em Aqüicultura Rodolph Von Ihering, onde está sendo desenvolvido o Projeto Pirarucu e produção de alevinos para a região. O centro recebeu entre 2003 e 2004, R$1,2 milhão do Ministério da Pesca para investimento em pesquisas com o pirarucu.

No início da tarde, às 14h, Gregolin tem encontro marcado com pescadores de 30 colônias do Estado, quando serão debatidos temas de interesse do setor. A reunião ocorre no Campus do Pici, na UFC.

E às 15h, ocorre o evento mais importante e aguardado pelo Estado do Ceará para o desenvolvimento da produção de pescado, a inauguração do Cebiáqua, que recebeu R$1,9 milhão para sua conclusão e compra de equipamentos. Genética, reprodução e melhoramento das espécies aquáticas são algumas das áreas que terão atenção especial do Cebiáqua, centro que terá papel fundamental para a melhoria da qualidade e aumento da produção de pescado.

Órgãos de pesquisa como a Embrapa estimam que somente com tecnologia e pesquisa, a produção de pescado pode aumentar em 30% o seu volume. O Cebiáqua vai se transformar num centro regional de conhecimento, difusão e transferência de tecnologia, especialmente na produção de tilápia
Dentro desta lógica de investir pesado no conhecimento, o Ministério da Pesca está realizando parcerias com os setores públicos e privados que compõem o setor. Em março, foram inaugurados centros de referência em pesquisa da pesca e aqüicultura em Parnaíba, no Piauí, e em Porto Real do Colégio, em Alagoas. Agora chegou a vez do Cebiáqua, no Ceará.

Mais duas ações nos últimos dias se somam para o desenvolvimento do conhecimento e da tecnologia na pesca e na aqüicultura. Em Brasília foi lançada a Embrapa Aqüicultura e Pesca, que vai ser construída em Palmas, Tocantins.

E na última semana foi realizado o lançamento da Feira Internacional da Pesca e Aqüicultura (Aquapescabrasil), que vai ser realizada em Itajaí, Santa Catarina, em novembro. A feira pretende apresentar equipamentos, pesquisas e palestras sobre o que há de mais moderno para a aqüicultura e para a pesca nos principais produtores mundiais do setor.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.