Ceará receberá Projeto Cadeia Produtiva da Lagosta do Pnuma

Fortaleza (19/11/2009) – O Comitê de Gestão do Uso Sustentável da Lagosta esteve reunido hoje pela manhã (19) no auditório da superintendência do Ibama no Ceará para ouvir a apresentação do Sr. James Lomax do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente-Pnuma para a produção e consumo sustentável de agro alimentos.

Ele pretende introduzir um projeto novo que visa criar cadeias produtivas sustentáveis de pesca de lagosta sendo o Brasil selecionado para gerar o projeto piloto.

Estarão envolvidos no projeto todos os atores da pesca para que possam elaborar propostas para a solução dos problemas tais como os pescadores, armadores, empresas, governos municipal, estadual e federal, sociedade civil, academia, consumidores, Marinha do Brasil, etc.

Os principais problemas que serão enfrentados são a pesca ilegal, a qualidade da lagosta, seu preço, a sobre pesca, o mercado limitado e a reprodução insuficiente do crustáceo.

O objetivo do projeto é construir parcerias com compradores de lagosta nacionais e internacionais, apoiar esforços do governo e do setor pesqueiro para o ordenamento da pesca e identificar instrumentos de mercado como por exemplo: certificação, selo verde e preço justo.

A idéia principal, segundo James, é criar um conhecimento maior de sustentabilidade no governo e formar parcerias entre as partes interessadas e os compradores internacionais de lagosta.

O projeto será administrado pelo departamento de pesca da Universidade Federal do Ceará.

Lagosta Pnuma Ceará

Mariângela Bampi
Ascom Ibama/CE

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.