Cardume atrai pescadores a Aruanã

pintado

Nos últimos quatro dias, Aruanã, às margens do Rio Araguaia, foi tomada por pescadores, atraídos pela passagem de um cardume de pintados. Há quem estime 200 canoas pescando sobre o cardume, que já estaria entre as localidades de Cangas e Itacaiú.

Alguns chegaram de helicóptero, contam fontes da cidade que preferem não se identificar, alegando que se sentem ameaçadas. Ontem, o Batalhão Ambiental, em Goiânia, enviou uma equipe com caminhonete e canoa para a fiscalização. À noite, a equipe ainda estava para o rio.

O furor causado pela passagem de um cardume desses, medindo quilômetros de extensão, e que estaria sendo sucedido por outro que já foi visto pelo Rio Araguaia, aumenta com a cobiça de comerciantes que vivem do turismo. Um deles enviou um convite a potenciais clientes, com o aviso: “Atenção pescadores: cardume de pintado”. O anúncio é de uma pousada.

O comandante do Batalhão no plantão, ontem, sargento Adair Pereira Moraes, confirma várias denúncias de agressão ao cardume e destaca que ele deve ser protegido. “Os peixes migram para sobreviver”, alerta, salientando que o uso de material predatório, a falta de licença de pesca e o desrespeito ao tamanho liberado para pesca podem provocar a autuação do pescador.

Veja também

Tubarão-lixa

Brasil consegue reprodução de tubarão lixa em cativeiro

Um casal de tubarões-lixa (Ginglymostoma cirratum) se reproduziu pela segunda vez no Brasil, em tanques ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *