Campeonato Estadual de Pesca de Mato Grosso começa domingo


Começa neste domingo (20.04), às 8h, em Barra do Bugres o 5º Campeonato Estadual de Pesca de Mato Grosso (CEP) promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur). Esta primeira etapa ocorre dentro do XV Festival de Pesca de Barra do Bugres e dá início a contagem de pontos que vai até 28 de setembro quando acontece a última etapa em Cáceres. O objetivo do evento é fomentar o turismo interno, com preservação e sustentabilidade.

Também visa constatar que o turismo de pesca é um dos mais importantes segmentos para fortalecer o setor em Mato Grosso. Ao todo são 18 etapas divididas em 44 cidades. A próxima etapa ocorre na cidade de Indiavaí, no dia 11 de maio. A Capital recebe o CEP no dia 7 de setembro. A expectativa dos organizadores é que o número de equipes dobre este ano em relação a 2007, quando participaram 1.752 equipes em todo o Estado. A coordenação do CEP informa que as inscrições podem ser feitas até momentos antes do início da etapa. As equipes devem ser de, no máximo três e, no mínimo, duas pessoas. É aberto a todas as idades, porém, crianças só podem participar com autorização dos pais e acompanhamento de um adulto.

Uma outra exigência para participar é a apresentação da carteira de pescador amador ou profissional feita pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). Conforme pesquisa da Sedtur, o perfil de quem participa do CEP, desde que foi criado, em 2003, é variado. Vai de empresários a grupos de famílias, passando por funcionários públicos e pescadores em geral.

Prêmios – Todas as etapas têm premiação diferenciada. No caso do Fest Bugres o primeiro colocado ganha um carro 0km. O mesmo prêmio também leva quem ganhar o CEP quando a pontuação for finalizada em setembro. O coordenador disse ainda que a pontuação se dá em cima do tamanho do exemplar pescado e são 100 pontos por centímetro.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.