Brasileiros participam de encontro da FAO no Equador

Nos dias 26 a 29 de novembro a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) reúne especialistas de diversos países, em Macas, no Equador, para discutir o mercado de espécies nativas da América do Sul de importância aquícola. No dia 27, o encontro contará com palestra de Felipe Matias, secretário de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) do Brasil. Ele falará sobre o mercado de espécies nativas no País.

O encontro servirá como preparativo para a elaboração de um livro técnico da FAO sobre as principais espécies nativas da América do Sul, de importância para a aquicultura. Felipe Matias, e ainda João Donato Scorvo Filho, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), e Rodrigo Roubach, diretor de aqüicultura continental em águas de domínio da União do MPA, serão co-autores do livro, no capítulo que se refere à aquicultura brasileira. A publicação deve estar pronta para distribuição no primeiro trimestre de 2010.

O Brasil é um dos países de maior potencial aquícola do mundo e a meta do governo brasileiro é de praticamente duplicar a atual produção de pescado, oriunda da aquicultura, nos próximos dois anos. Em 2007, a produção nacional era de 290 mil toneladas de pescado cultivado. A previsão é de que, em 2011, a produção atinja 570 mil toneladas. Para viabilizar este crescimento da produção o governo brasileiro lançou o Plano Mais Pesca e Aquicultura, que prevê diversas medidas para estimular o setor.

Fonte = MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.