Baleia morre encalhada na costa sul do Peru

Baleia anã - Foto IlustrativaLIMA, Peru (AFP) – Uma baleia de sete metros de comprimento e mais de cinco toneladas morreu nesta terça-feira na costa da reserva ecológica de Paracas, centro-sul do Peru, onde estava encalhada desde domingo, informou a capitania dos portos de Pisco.

“A baleia que ficou encalhada na praia de Sequión não resistiu e morreu no domingo, quatro horas depois de ser levada de volta a seu hábitat”, lamentou o capitão de Pisco, Sandro Trigoso.

Segundo o oficial, o cetáceo, da espécie anã, “estava doente e seu corpo não resistiu, apesar dos enormes esforços que foram feitos para hidratá-la e mantê-la viva”.

Cerca de 70 pessoas, entre pescadores, turistas e funcionários da reserva de Paracas, participaram nos trabalhos de resgate e durante seis horas tentaram salvar o animal, que ficou encalhado em frente à praia.

Segundo Trigoso, a baleia foi devolvida ao mar quando a maré subiu, mas estava muito desorientada e sem forças.

Depois de nadar um pouco em alto mar, o mamífero morreu por volta da noite de domingo“, indicou Trigoso.

Nome cientifico: Balaenoptera acustorostrata
Família: Balaenopteridae
Ilhas Todas as ilhas

Nome comum: Baleia-anã, Finbeque, Rorqual-anão
Descrição Tamanho: Comprimento entre os 8 e os 10 m, peso entre 5 e 10 toneladas.
Alimentação: Pequenos peixes e krill.
Características: O dorso é cinzento escuro e os flancos são cinzento claros, sendo possível observar uma marca branca sobre cada barbatana peitoral. O maxilar superior tem de 230 a 360 pares de barbas de cor branco-creme. Têm entre 50 e 70 sulcos ventrais, que se estendem quase até ao umbigo. A baleia-anã é o mais pequeno dos Balaenopterídeos. São animais solitários, embora seja possível observá-los em grupos de 2 ou 3 indivíduos.

Baleia anã

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.