Alunos de Foz de Iguaçu, no Paraná, têm pescado na alimentação escolar

Além de oferecer alimento saudável, gera empregos e movimenta a economia.

Com população estimada em 256 mil habitantes, o município de Foz de Iguaçu, no estado do Paraná, incentiva o consumo de pescado na rede escolar, onde estudam mais de 30 mil alunos. Ao mesmo tempo em que oferece um alimento saudável às crianças, e com grande disponibilidade regional, a iniciativa gera empregos e movimenta a economia.

A estruturação do programa, porém, exigiu o apoio da comunidade e a contribuição do Ministério da Pesca e Aquicultura, entre outras parcerias.

A oferta de pescado nas escolas é uma das prioridades da ministra Ideli Salvatti. “O peixe, além de ser excelente para o desenvolvimento escolar, favorece a formação de bons hábitos alimentares em nossas crianças e adolescentes”, afirma.

Segundo o presidente da Colônia de Pescadores Z-12 de Foz do Iguaçu, Flávio Kabroski, um dos primeiros passos para atender à demanda desta nova clientela – os alunos da rede escolar – foi realizar uma boa parceria com a prefeitura de Foz do Iguaçu. Assim, o município obteve um caminhão frigorífico – fundamental para a conservação do pescado, do Ministério da Pesca e Aquicultura, mediante edital e com recursos de emenda parlamentar. Nada menos do que 54 escolas foram beneficiadas.

Treinamento

Outra iniciativa que contribuiu para o êxito do programa partiu do Banco do Brasil. A instituição, em São Miguel do Iguaçu, promoveu, em 2010, cursos para merendeiras e nutricionistas da região. O objetivo foi qualificar os profissionais para a elaboração de cardápios à base de pescado.

Os peixes, da espécie pacu, são criados em tanques rede, através do projeto da Itaipu Binacional. Para o início das aulas serão fornecidos 4.500 Kg de poupa de peixe. “Estamos tentando atrair mais pescadores para este projeto, através de campanha, pois a demanda é muito grande e queremos atender todas as escolas do município”, diz Flávio Kabroski.

De acordo com o secretário de Agricultura de Foz do Iguaçu, Eduardo Spada, as crianças apreciam os pratos servidos em suas escolas. São fornecidos, à base de peixe, lasanha, bolinho e rocambole, além de macarrão com pescado.

O peixe é um alimento rico em proteínas e tem grande quantidade de minerais, entre eles está o cálcio, fósforo, iodo e o cobalto. Também é rico em vitaminas A, B e D, e possui ômega 3, um ácido graxo essencial à saúde. Entretanto, o corpo humano não produz naturalmente este componente, que precisa ser adquirido na alimentação.

 

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.